WhatsApp Image 2021-09-08 at 15.25.24.jpeg

A pandemia de COVID-19 trouxe consigo a vivência do estresse e do trauma. Isso se deve a situações que se relacionam diretamente, como o isolamento social, o adoecimento e o luto, e também indiretamente, como perdas econômicas e violência interpessoal. O estresse e o trauma, nesse contexto, alcançam proporções epidêmicas e se diferenciam do habitual pré-pandêmico, pois são coletivos e continuados. A partir do conhecimento desenvolvido pela pesquisa COVIDPsiq, que vem estudando a saúde mental dos brasileiros, assim como o de trabalhos paralelos, este curso está sendo proposto para atualizar profissionais da saúde na temática. O curso pretende explorar o tema abordando desde a avaliação até o tratamento, passando pelos diversos transtornos decorrentes, sob a perspectiva hospitalar e de emergência.

SOBRE

 

Projeto de pesquisa: Monitoramento da evolução da sintomatologia pós-traumática, depressão e ansiedade durante a pandemia da COVID-19 em brasileiros

Tendo em vista a evolução da pandemia pelo COVID-19 no Brasil, e a adoção de medidas de restrição social, é esperado um aumento dos casos de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), transtornos de ansiedade e depressão. Em situações de epidemia, os serviços de saúde mental podem se tornar sobrecarregados; contudo, não se sabe qual a evolução desses transtornos ao longo do tempo. Este estudo objetiva monitorar a evolução dos sintomas de TEPT, ansiedade e depressão durante a pandemia de COVID-19 em brasileiros, e investigar fatores de risco sociodemográficos relativos à história psiquiátrica e contágio, assim como traços mal-adaptativos da personalidade e crescimento pós-traumático. 

 

As evidências científicas produzidas por esta pesquisa servirão como referência para ações de intervenção governamentais e privadas.

A equipe é formada por médicos psiquiatras, psicólogos, professores, residentes e alunos de graduação e pós-graduação, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Franciscana (UFN) e Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). A pesquisa foi avaliada pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa   (CONEP) CAAE 30420620.5.0000.5346. A pesquisa tem financiamento próprio e não há conflitos de interesse.

Os resultados podem ser acessados aqui

Abstract Man on Beach

Pesquisador Responsável

20180827_181755 (3).jpg

Vitor Crestani Calegaro, MD, PhD

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Santa Maria (2007). Residência Médica em Psiquiatria no Hospital Universitário de Santa Maria/Universidade Federal de Santa Maria (2013). Mestrado em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Santa Maria (2013). Doutorado em Psiquiatria e Ciências do Comportamento pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2019), com a tese "O incêndio da boate Kiss: investigação da relação entre personalidade, psicopatologia e resiliência". É professor adjunto do Departamento de Neuropsiquiatria da Universidade Federal de Santa Maria. Coordena o Ambulatório de Psiquiatria do Centro Integrado de Atenção às Vítimas de Acidentes (CIAVA), no Hospital Universitário de Santa Maria. É supervisor do Programa de Residência Médica em Psicoterapia (R4) e preceptor da Residência Médica em Psiquiatria, na Universidade Federal de Santa Maria. Atua como médico psiquiatra na Coordenadoria de Ações Educacionais (CAEd/UFSM) prestando atendimento aos alunos da instituição, e em consultório particular na Clínica Mensana, em Santa Maria - RS.

Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/7984754404665250

Contato: vitor.calegaro@ufsm.br

Saiba mais sobre a pesquisa:

Conheça nossa equipe:

Entre em contato conosco:

Acompanhe as orientações para que você enfrente essa fase da maneira mais saudável possível:

Fique por dentro! Acompanhe as reportagens relacionadas ao projeto: 

Lives semanais sobre saúde mental na pandemia.